Orquestra Sinfônica Brasileira poderá ter fim decretado

0
378

A OSB (Orquestra Sinfônica Brasileira) poderá ter um final triste. Tristeza não só para os musicistas que ali trabalham, tristeza não só para os amantes da música, mas sim tristeza para toda a população brasileira. Afinal, a música é uma arte de reproduzir sons que cantam, encantam e ecoam. Ecoa versos, sons e sinfonias. Estas que, provavelmente, terão um fim junto ao encerramento das atividades da Orquestra Sinfônica Brasileira.

 

Com um rombo de mais de R$ 15,5 milhões de reais, captação de investimentos abaixo do esperado e sem uma perspectiva para o futuro, a OSB poderá ter um melancólico fim sem nem um último arranhar do violino. Uma triste perda para a música, a arte e a cultura brasileira. Cancelado os shows até o final da temporada, como salvar a Orquestra Sinfônica Brasileira?

 

E é a pergunta: como salvar a Orquestra Sinfônica Brasileira do fim?

 

Sob 76 anos de atividade, mais de 5000 concertos realizados no mundo todo e vivendo a maior crise de todos os tempos. O que fazer? Uma reportagem do Fantástico, da emissora Rede Globo, foi investigar os problemas enfrentados pelos musicistas que compõem a brilhante OSB.

 

Pablo Castelar, diretor artístico da OSB, foi um dos que concederam entrevista ao Programa da Rede Globo. Durante a conversa, ele lamentou os problemas enfrentados pela OSB. E, além disso, relembrou, em tom nostálgico – quase como de despedida –, dos ícones que já pisaram nos palcos por onde a OSB passou.

 

Dos gigantes clássicos da música orquestral ao imponente som das canônicas trilhas sonoras do cinema. A OSB já foi aclamada em parques, festivais, no estrangeiro e aplaudida igualmente por onde passou. São 5000 espetáculos. Pouco se viu igual na história. O que não se deseja ver é um ponto final nesse conto de fadas que está prestes a acabar sem um final feliz.

 

Com os 12 concertos restantes do ano cancelados, já não se sabe mais o que ocorrerá com a Orquestra Sinfônica Brasileira. Será o fim de uma das gigantes orquestras do cenário mundial? Infelizmente, apenas o tempo e a torcida de toda a comunidade musical poderão ser possíveis a partir de agora.

 

Para assistir a reportagem do Fantástico na íntegra basta clicar aqui. A reportagem é bastante completa e mostra todos os problemas enfrentados pela OSB nos últimos anos. Não deixe de conferir!

Artigo anteriorProjeto OSPB nos Bairros leva música a toda João Pessoa
Próximo artigoOrquestra Sinfônica do Espírito Santo realizará Flash Mob

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here