A música que une a Educação

0
615

Escola Ginásio do Areal conta com Orquestra que se apresentará hoje (19h) no Festival Internacional SESC de Música

 

Inúmeros nomes de peso do mundo da música estarão concentrados em Pelotas até o próximo dia 27 de janeiro. O 7º Festival Internacional SESC de Música está a todo vapor com aulas e concertos com representantes do mundo todo. Mas um dos grandes nomes do Festival é natural da cidade-sede do mesmo. A Escola Estadual Ginásio do Areal compõe sua orquestra sinfônica para apresentação no Festival.

 

O grupo é formado por inúmeros jovens que ainda possuem uma luta diária para seguir tocando. Passando por muitas adversidades, eles veem na música, uma luz de sol em meio às dificuldades vividas no dia a dia. Às 19h, então, a Orquestra do Areal cumprirá mais um de seus desafios, subindo ao palco da Igreja São José, no Bairro Fragata, para um concerto que tem tudo para ser um dos gigantes do Festival Internacional deste ano.

 

Comum repertório tomado por temas eruditos, o grupo musical jamais imaginava, há um ano, já estar tão avançado neste ramo. Mas tudo mudou com a chegada de um conjunto de instrumentos, cedidos em 2014, pelo Governo do Estado. A professora Lys Ferreira, infelizmente, teve de montar cada um dos instrumentos, já que não fora cedida verba para profissionais montarem. O que não foi um empecilho para um brilhante grupo que hoje colhe frutos.

O abalo de meses atrás

 

No mês de outubro, o grupo sofreu um duro abalo com o furto de um piano elétrico avaliado em R$ 3 mil. O ocorrido deixou todos os integrantes receosos – inclusive  a direção da escola. No entanto, o apoio da comunidade foi essencial. Um concerto para arrecadação fora realizado, e o montante foi reunido (através das bilheterias e doações dos presentes). Uma vida nova na Orquestra que só cresce.

 

Atualmente, os alunos são constantemente convidados para tocar nos mais variados eventos da cidade e região. A Feira do Livro municipal e a Feira Nacional do Doce (Fenadoce, realizada na cidade) são apenas exemplos dos grandes eventos de apresentação. Para a apresentação de hoje, os alunos passaram por um ritual diferente: há uma semana eles estão sendo acompanhados de perto pelo professor Gean Veiga, segundo violinista da OSPA (Orquestra Sinfônica de Porto Alegre).

 

As informações são veiculadas ao Portal Zero Hora. Entrevistas e demais informações complementares podem ser acessadas no link para a notícia, clicando aqui. A foto está sob créditos do Jornal Diário da Manhã.

Artigo anteriorFim de Sinfônica por “economia” de 0,09%?
Próximo artigoSuposta crise ou desmantelamento da cultura?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here