Orquestra Sinfônica encerra atividades em São José dos Campos-SP

0
501

O ano de 2017 começa com o segmento da crise musical vivida em 2016. A Orquestra Sinfônica de São José dos Campos-SP teve suas atividades encerradas na tarde desta segunda-feira (09) pelo prefeito em exercício. O anúncio dividiu opiniões, e o orçamento de R$ 2,5 milhões, antes destinado ao grupo musical, será destinado para outras áreas.

 

O prefeito Felício Ramuth (PSDB) fez um anúncio que chocou a comunidade musical do estado de São Paulo. Ramuth decretou o fim das atividades destinadas ao grupo musical que compunha a Orquestra Sinfônica da cidade. Segundo o governante, o contrato custa à prefeitura cerca de R$ 2,5 milhões anualmente ao órgão público. No anúncio, o atual prefeito informou que a verba será utilizada em áreas consideradas prioritárias.

 

O fim da Orquestra Sinfônica de São José dos Campos

 

A decisão teve bastante divisão do público, que pode acompanhar de perto via transmissão ao vivo pela página do Facebook do prefeito. Pessoas ligadas à cultura da cidade de São José dos campos criticaram veemente a decisão do prefeito. Segundo estes, outros cortes poderiam ter sido realizados.

 

De qualquer forma, a transmissão ao vivo já alcançou quase 60 mil visualizações, e teve ampla participação do público. Um internauta definiu como vergonhosa a atitude da prefeitura. “Tenho vergonha da população da minha cidade apoiando isso. Cultura também é importante! Infelizmente acabaram com todos os projetos culturais da cidade. Vergonha!”, enfatizou.

 

Outro internauta questionou o Prefeito sobre outros gastos considerados supérfluos pela maioria da população. “O que acha também de encerrar contrato de locação de carros aos secretários e diretores?”, interrogou. O Prefeito tratou de responder cada uma das críticas realizadas ao seu ato, tendo bastante atenção em especificar cada um dos pontos em sua defesa, e na defesa de sua gestão.

 

Segundo ele, “na atual situação da cidade, economia, temos dívidas de conta de água e luz. Tenho visitado UBS e faltam medicamentos básicos. Tenho que tomar atitude quanto isso e uma é romper o contrato com Orquestra Sinfônica da cidade”, afirmou. No entanto, com um breve tom de esperança, almejou voltar com a parceria daqui alguns anos. “Esperamos daqui alguns anos reverter a situação e retomar para ter uma Orquestra ainda maior que a atual”, completou.

 

E você, o que achou deste trágico fim de mais um brilhante conjunto musical? Deixe sua opinião nos comentários!

 

As informações são do Portal G1, pertencente às Organizações Globo de Comunicação, e podem ser conferidas aqui na íntegra.

Artigo anteriorMunicípio de Santa Cruz-RN tem lei sancionada que apoia Banda de Música
Próximo artigoFestival Internacional de Música movimenta cidade gaúcha

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.